A gama de serviços especializados Origens BRA – Biotecnologias da Reprodução Animal pode ser aproveitada e explorada para acelerar o ganho genético do seu rebanho. Vale ressaltar que a associação adequada de Biotécnicas da Reprodução pode proporcionar um melhoramento genético 12 vezes mais rápido do que o alcançado por métodos convencionais.

A Produção in Vitro (PIV ou FIV) de embriões bovinos abrange etapas no campo e no laboratório e pode ser feita a partir da fêmea viva ou a de óbito recente.

Consultoria e assessoria reprodutiva integral

Cientes da importância que a área de reprodução desempenha na pecuária elite e comercial (em média, 60 a 80% do manejo de uma propriedade), elaboramos um criterioso planejamento estratégico, integrado ao funcionamento existente na propriedade, para otimizar os resultados desejados. Essa consultoria será livre de custos para o cliente que contratar acima de 100 prenhezes.

 

Aspiração Folicular (ovum pick up – OPU)

Trata-se da etapa inicial da PIV, realizada na propriedade do cliente, e objetiva a coleta dos oócitos (óvulos imaturos) presentes nos dois ovários da doadora. Para isso, é utilizada uma sonda intravaginal guiada por ultrassonografia e conectada a um sistema de vácuo. A recuperação e classificação dos oócitos é realizada utilizando-se estereomicroscópio. Em seguida, os oócitos viáveis (aqueles com alguma capacidade para originarem embriões) são adequadamente acondicionados para serem transportados até o nosso laboratório.

É possível conseguir uma maior quantidade e melhores oócitos aspirados caso haja uma prévia avaliação do perfil reprodutivo das doadoras, por parte do veterinário responsável pela OPU.

 

 

Produção In Vitro de Embriões (também conhecida como FIV)

Envolve uma sequência de passos e eventos:

  1. Os oócitos viáveis são colocados para a maturação in vitro por 22 a 24 horas. Em média, 70 a 80% dos oócitos alcançam maturação (tornam-se aptos para serem fecundados).
  2. A técnica como um todo ficou conhecida por essa fase, a fecundação in vitro (FIV), que inclui a preparação de sêmen para capacitar e separar os espermatozóides vivos. Estes, são co-incubados com os oócitos numa concentração de 1 a 2 milhões por mililitro por um período de 16 a 18 horas. Em média, 60 a 80% dos oócitos maduros são devidamente fecundados. Vale lembrar que a eficiência para a produção de embriões sofre grande influência do sêmen, ou seja, se é sexado ou não, touro escolhido, tipo de preparação, tipo de congelamento.
  3. Segue-se o cultivo in vitro, em que se dá o desenvolvimento dos embriões durante 7 dias. No 6º dia de cultivo é realizada a previsão do número de embriões viáveis. Em média, 30 a 40% dos oócitos fecundados desenvolvem-se a embriões.

Cada uma dessas três etapas é realizada em meio líquido específico e dentro de incubadora com temperatura, atmosfera e umidade definidas e constantes.

Acondicionamento dos embriões em palhetas para transporte (em equipamento próprio). É importante ressaltar que apenas os embriões de ótima qualidade (grau I, pela classificação da IETS – Sociedade Internacional de Transferência de Embriões, em inglês) são enviados para serem transferidos nas receptoras.

Vantagens da OPU/PIV:

  • Aumenta, em média, 12 vezes o número de descendentes de uma fêmea (depende da freqüência de aspirações);
  • Possibilita a diminuição do intervalo entre gerações;
  • Não exige o uso de hormônios nas doadoras;
  • Pode ser aplicada a vacas com até 120-150 dias de prenhez;
  • Otimiza o uso de uma dose de sêmen (sexado ou não) para várias doadoras;
  • Permite a utilização de fêmeas desde pré-puberes até senis;
  • Possibilita a exploração de fêmeas com patologias adquiridas;
  • Viabiliza a obtenção de produtos de fêmeas que não respondem ou não se adequam ao tratamento hormonal da super-ovulação.

Recuperação de oócitos de fêmeas com óbito recente

Com experiência adquirida na Universidade de Hokkaido (Japão), estamos preparados para dissecar os ovários de doadoras que sofreram algum acidente fatal. Esse procedimento é realizado para a coleta dos seus oócitos e isolamento de células. Os oócitos seguem para a PIV e as células podem formar um banco de material genético.

Os ovários precisam ser retirados o quanto antes, de maneira limpa e não devem sofrer choque térmico. Podem ser transportados até o laboratório em garrafa térmica contendo soro fisiológico a 36ºC.

Transferência dos embriões FIV e TE

Essa etapa é tão ou mais importante que as precedentes para a obtenção de índices de prenhezes satisfatórios.

Além de acompanhar de perto (e realizar) os procedimentos para a sincronização de cio das receptoras, nosso médico veterinário avalia a qualidade da(s) estrutura(s) ovariana(s) que mantém a gestação (corpo lúteo – CL) para depois alocar o embrião PIV ou TE (superovulação e coleta de embriões) no útero da receptora síncrona.

Diagnóstico precoce da gestação

Com o auxílio de imagem ultrassonográfica detecta-se precocemente a presença e viabilidade fetal a partir do 30º dia de gestação.

Vantagens:

  • Otimização na utilização de receptoras (para próximos programas de PIV);
  • Auxílio na avaliação precoce dos programas de manejo das doadoras, sincronização de receptoras, PIV e transferência dos embriões;
  • Indicativo de viabilidade fetal.

 

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF)

Essa biotecnologia representa uma evolução da convencional Inseminação Artificial (IA), pois permite um maior controle do processo. Para isso, é aplicado um protocolo hormonal que propicia a sincronização dos cios.

Vantagens:

  • Dispensa a observação de cios (evita falhas na detecção de estros);
  • Permite a diminuição do intervalo entre partos;
  • Controle de doenças transmissíveis pelo coito;
  • Potencial ganho genético pelo uso de touros provados;
  • Possibilita um maior controle reprodutivo das matrizes;
  • Diminui a necessidade de touros no plantel.
Invista na genética
TETF
Criopreservação de Embriões

OrigensBRA

Biotecnologias de Reprodução Animal

Rua Cel. Ponciano, 3090

Jardim dos Estados

Dourados, MS

CEP 79831-230 

fb.com/origensbra


Entre em Contato com a OrigensBRA



Copyright © 2019 Origens BRA • Biotecnologias de Reprodução Animal • Site Admin • E-mail